Cinema: Zona de Risco estreia no cinema e é boa opção pra quem curte adrenalina

 Cinema: Zona de Risco estreia no cinema e é boa opção pra quem curte adrenalina

Land of Bad ou, em tradução livre, Zona de Risco não tem sido bem avaliado pela crítica, mesmo que se trate de um “clichê de guerra” norte-americano, mas com uma retratação mais baseada em dinâmicas militares e pouco diálogo. De qualquer forma, para quem gosta de muitos efeitos especiais e explosões, esta ainda contina sendo uma boa opção.

O protagonista é Kinney (Liam Hemsworth), chamado em boa parte da trama pelo codinome Playboy. Apresentado como sujeito inexperiente no campo de batalha, o especialista em comunicações tem tudo para ser um fardo aos companheiros tarimbados. De comportamento meio perdido, quase beirando a inocência em alguns momentos (sintoma do nervosismo), Playboy imediatamente perde os traços de hesitação quando a missão de extração de um refém norte-americano nas Filipinas dá errado.

A partir daí, passa a ter como único parceiro o capitão Reaper (Russell Crowe), controlador remoto da missão e piloto de drone. Portanto, a curva dramática do personagem prevê que rapidamente ele se adapte às adversidades e vire uma máquina de sobrevivência, exibindo muito mais perícia do que o diretor William Eubank nos mostrava num primeiro momento. Trata-se de mais um elogio aos esforços dos soldados (estadunidenses) persistentes. Disponível em todos os cinemas da cidade – verificar horários.

(Com informações do site Papo de Cinema).

Atua com jornalismo cultural e assessoria de imprensa há mais de dez anos em Mato Grosso. Passou por cargos de reportagem e edição em veículos digitais e impressos, além de atuar em web-projetos (como séries e documentários governamentais e do setor privado) como pesquisadora e roteirista. Leitora e escritora literária, com ênfase em contos e crônicas. Hoje, além da empresa Mirella Duarte Assessoria de Comunicação, há quatro anos no mercado, é sócia-proprietária do portal Cuiabá Tem.